Hidrômetro

[heading]Dica em caso de furto[/heading]

[column width=”2/3″ position=”first” ]

Em caso de furto do hidrômetro, a queixa deve ser imediatamente registrada na Delegacia Policial, com a retirada de cópia do Registro de Ocorrência. Leva-se este documento à Agência de Atendimento da companhia fornecedora de água e solicita-se a instalação de um novo aparelho.
A companhia fornecedora de água dará a orientação necessária para a compra do novo hidrômetro, que será instalado gratuitamente.

O furto do hidrômetro sujeita o proprietário à multa, caso seja notificado a Delegacia Policial e o interessado não apresente à companhia fornecedora de água o respectivo Registro de Ocorrência.

[/column][column width=”1/3″ position=”last” ]hidrometro
[/column]


[heading]Aferir ao hidrômetro:[/heading]

Somente por necessidade!

Como já foi dito, o hidrômetro raramente é responsável pelo aumento exagerado de sua conta. Mesmo assim, é possível que o medidor apresente algum defeito. Afinal, apesar da precisão, trata-se de um aparelho ainda distante da perfeição, como tudo que é produzido pelo ser humano.

Mas não se precipite: faça todos os testes de vazamento, além de constatar se não há desperdício voluntário de água em seu imóvel, antes de pedir à companhia fornecedora de água a aferição do hidrômetro.


[heading]Veja como identificar um vazamento [/heading]

Os testes abaixo, recomendados por várias companhias de distribuição de água, podem ser realizados periodicamente pelo zelador.

A) Na válvula ou na caixa de descarga

Jogue cinza de incenso ou de cigarro no vaso sanitário;
O normal é a cinza ficar depositada no fundo do vaso;
Em caso contrário, é sinal de vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

Obs: Nas bacias cuja saída da descarga for para trás (direção da parede), deve-se fazer o teste esgotando-se a água. Se a bacia voltar a acumular água, há vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

B) Em reservatórios (cisternas) de edifícios

– Feche o registro de saída do reservatório do subsolo;
– Feche completamente a torneira da bóia;
– Marque no reservatório o nível da água e, após 1 hora, no mínimo, veja se ele baixou;
– Em caso afirmativo, há vazamento.

C) No cano alimentado diretamente pela rede

– Feche o registro do cavalete;
– Abra uma torneira alimentada diretamente pela rede da companhia de água (torneira do jardim, por exemplo);
– Espere até a água parar de correr;
– Coloque um copo cheio de água na boca da torneira;
– Se houver sucção da água do copo pela torneira, é sinal que existe vazamento no cano alimentado diretamente pela rede.

Atenção:
A companhia fornecedora de água nada cobra para aferí-lo, desde que, realmente, ele apresente algum defeito. Caso contrário, você terá que arcar com as despesas da aferição, além de quitar as contas que, porventura, tenham deixado de ser pagas em face das suspeitas, no caso infundadas as dúvidas de defeito no aparelho.


[portfolio_carousel limit=”10″ order_by=”rand”][/portfolio_carousel]

Open chat
Compre pelo whatsapp